A realidade dos Alimentos Artificiais, Comidas “fakes”.

  • Home
  • Blog
  • A realidade dos Alimentos Artificiais, Comidas “fakes”.
image

Já pensou em despertar desejos e memórias afetivas incríveis em seus clientes potenciais?

Fazê-los viajarem para outras culturas e países através de sabores, sem necessariamente estarem comendo algo?
Saiba que isso é possível com os Alimentos Réplica: Assim como os reais, eles podem muito bem fisgar a atenção de todos, que irão com certeza devorar essa ideia com os olhos!

Feitos atualmente em materiais duráveis, eles podem ser usados não só como o display do seu menu em sua vitrine, mas também como uma ferramenta de promoção de vendas, tridimensional e de tamanho real do que você comercializa.

Os Alimentos Artificiais nasceram da necessidade de traduzir visualmente os cardápios de restaurantes de rua, para principalmente estrangeiros e turistas, no Japão pós Primeira Guerra Mundial (meados de 1920): com a entrada de pessoas de outras culturas, línguas e o crescimento do hábito de se comer fora de casa, um menu apenas escrito causava dificuldades enormes para ser compreendido. 

image

Materializar para a vida real, algo que em palavras pode ser difícil de traduzir, quebra barreiras de linguagem e com certeza nos deixa mais familiarizados, tranquilos e seguros com as nossas escolhas.

Aqui no Brasil, normalmente víamos mais frutas enfeitando as mesas das casas e cozinhas, antes dos anos 2000. Agora é mais comum vermos como parte de decoração de casas de campo, fazendas, hotéis, buffets e salões de festas.

image

Longe de serem apenas um item acessório, as Comidas “Fake” tiveram uma ampliação de suas formas de serem usadas:

Com a finalidade de preservar a memória de antigas civilizações e culturas, réplicas de comidas e receitas históricas são criadas para serem expostas em museus e centros culturais. Servem como registro visual de hábitos alimentares do passado. 

Alimentos reais estragam e portanto não são usados, já que podem danificar peças de arte desses locais.

image

Para a indústria alimentícia, são usados para ilustrar as novas tendências do setor ou apontar pratos populares de alguma região/país.

No campo da educação, são utilizados como material didático. Nutricionistas usam modelos de Legumes, Frutas e Verduras para facilitar a explicação de diferentes tipos de dietas, e dar exemplos visuais de como são os alimentos saudáveis.
São também usados de forma lúdica, com crianças, para a mesma finalidade de educação alimentar.

image

Em novelas, filmes, produções publicitárias, ou ainda em casamentos, quando é necessário que um arranjo decorativo ou mostruário seja filmado e fotografado durante longas sessões, a opção sintética traz a praticidade e segurança de nada derreter (como Sorvetes e bebidas com gelo) ou apodrecer e mofar no estúdio: As réplicas de alimentos vão sempre se manter bonitas, desde que seguidos os cuidados básicos de conservação do fabricante.

image

Outra função bastante interessante e atual é a inclusão de pessoas que não enxergam: é possível criar modelos táteis para elas interagirem e assim aprenderem a reconhecer alguns alimentos através de sua forma, dimensão e textura.

A realidade dos Alimentos Artificiais tem se mostrado diversa, e abordado não só a questão do apelo visual como pudemos ver nos exemplos acima. 

Seja para o uso em vitrine ou para criar uma atmosfera caseira e viva em cozinhas e sala de estar em apartamentos decorados, ou ainda criar sua festa temática tropical-havaiana ou com o tema de hortinha, conte com a gente para o seu novo projeto! Temos de réplicas de Bolos à Frutas em tamanho real e também em miniatura.

image

Não se esqueça de acessar nossas Redes Sociais para se manter informado! Nos vemos no próximo blog!

03/01/2020

Newsletter

Receba promoções e dicas de decoração!